O Projeto

Projeto Educar Brincando – A Mata Atlântica em Foco

      Esta é uma proposta inovadora que a Sala Verde UFSC incorporou ao seu Espaço Referência, a fim de desenvolver um trabalho de educação ambiental não-formal com a comunidade que a visita. Lançado no primeiro semestre de 2012, teve uma excelente aceitação pelos participantes, sobretudo as escolas públicas de ensino de Florianópolis. O projeto está aberto a todo o Estado de Santa Catarina. 

      Pensando globalmente, mas visando agir localmente é que surge a idéia de focar na Mata Atlântica, uma vez que Santa Catarina era um Estado, originalmente, 100% recoberto por este Bioma. Para tanto, contamos com um espaço apropriado e o projeto também contempla atividades ao ar livre.

     Para participar é só agendar no Programa Venha Conhecer a UFSC www.venhaconhecer.ufsc.br ou, diretamente, na Sala Verde UFSC.

     O projeto apresenta diversas ferramentas educativas que são apresentadas a seguir.

 1) Jogo eletrônico “Mata Atlântica: o bioma onde eu moro”

É o primeiro game brasileiro com a tecnologia multi-mouse, para ser jogado com dois mouses conectados ao computador, o qual permite a interação colaborativa.

Lançado no dia 20 de março de 2012, o jogo está disponível para download gratuito em

http://www.mata-atlantica.educacaocerebral.org

     Brincando tem-se a oportunidade de conhecer um pouco dos seis ecossistemas do Bioma Mata Atlântica presentes em Santa Catarina. Trata-se de uma atividade de edutenimento, uma vez que é um jogo educativo e de entretenimento.

O jogo eletrônico “Mata Atlântica: o bioma onde eu moro” foi desenvolvido pelo prof. Emílio Takase e a equipe do LEC – Laboratório de Educação Cerebral da UFSC. Possui material de apoio para o professor usar em sala de aula também com download gratuito aqui.

2) Jogos de mesa (quebra-cabeça, sudoku, tangram, etc.) com temas da Mata Atlântica, sendo este trabalho também realizado em parceria com o LEC. 

3) Painel Interativo (PI) com a temática da Mata Atlântica – desenvolvido no Laboratório de Abelhas Nativas da UFSC, pela Professora Josefina Steiner e equipe. O PI diverte, educa e testa os conhecimentos de quem joga.

4) Como uma quarta ferramenta educativa integrada a este projeto temos as artes cênicas e a produção literária de contos sobre a Mata Atlântica.  A partir dos contos produzidos, surge uma nova forma de reflexão, conscientização e educação. Ousamos utilizar o teatro, ou seja, a arte de representar, cantar e encantar como uma opção de apresentar a Mata Atlântica em um processo educativo.

Horário de atendimento: à tarde, das 13:30 às 17:30 horas.

Faixa etária: não há restrições, pois conforme o grupo, faz-se  a adequação das ferramentas a serem utilizadas.